domingo, 17 de novembro de 2013

Razão X Emoção

"Você tem que escolher, necessariamente, uma das ruas para salvar pessoas. Em uma delas há 100 pessoas, na outras estão seus pais, somente eles. Se você agir pela razão, irá pela rua que tem cem pessoas, pois salvará mais vidas. Se for agir pela emoção, salvará seus pais, porque os ama.

O certo é ter equilíbrio. :) Nesse caso, que é um extremo, não tem tanta solução, mas no dia a dia, o equilíbrio é a melhor opção. Não agir com toda a razão e nem com toda emoção."


Depois de ler esse texto entendi um problema que esteve na minha vida. Por tempos agi demais na emoção, e quando necessariamente tive que usar a razão, vacilei. Entendi agora que não posso agir só pela emoção, preciso manter esse equilíbrio constante na minha existência, acho que aquele ponto em que tive que decidir, usar a razão, foi um ponto de amadurecimento, e que não usei desse amadurecimento. Nisso fica a lição de que é preciso sempre fazer o que deve ser feito, tem que fazer o que é certo. Não decidir pode custar à uma regressão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário